sexta-feira, dezembro 02, 2005

Quadrilátero

O desespero surdo de sonhar insónias e acordar na perspectiva de uma nova sexta-feira.
O alvor da madrugada espreita pelas frestas da persiana e o quarto não cheira a maçãs maduras.

1 comentário:

Anónimo disse...

This site is one of the best I have ever seen, wish I had one like this.
»