segunda-feira, abril 24, 2006

Chegámos, até amanhã

(Queria dizer-te tem cuidado comigo. Não toques aí porque me parto. Não digas esta palavra porque choro. Nunca me deites numa cama com lençóis de flanela porque me arrepio. Que gosto que me ofereçam flores. Que uma vez pintei o cabelo para imitar uma pessoa de quem gostava. Que ontem voltei a pegar na guitarra porque tive saudades.)

- Rapariga? Ainda estás aí? Sempre a tagarelar, hoje não me dizes nada? Não me informas das tuas teorias?
- Não me apetece pensar muito nelas…
- Tonta. Vais para onde?
- Para casa.
- Então anda, vamos juntos.

5 comentários:

isobel disse...

Companhia para onde quer que seja. Bom. (:

Nina disse...

Nossa...

Sei lá...

Gostei, mas me caiu meio estranho...

Mas gostei.

Ipslon disse...

ooh...
como sempre o ipslon chega atrasado para este tipo de coisas...
mas mudast de casinha. que pena, gostava tanto da outra.
tambem devia voltar a pegar na guitarra....

D.s disse...

Mt fixe o texto....

GMDT..

beijo

PiresF disse...

Amiga!

Acontece que alguns dos participantes do desafio, se encontram com dificuldades para postar no dia 8. Infelizmente, nem sempre é possível ter uma data que encaixe com a actividade de todos, no entanto, creio estarmos ainda a tempo de o tentar.
Assim, com o nosso pedido de desculpas, e caso não haja mais inconvenientes, somos forçados a pedir a vossa compreensão e sugerir o dia 11 de Maio como data alternativa.

Um abraço.