quarta-feira, abril 05, 2006

medo

O fio de um colar de pérolas rosadas empalidece.
Há fotografias tuas espalhadas num formato que o computador já não lê.
Uma arma enferrujada sustém uma bala da mesma forma que um bêbedo sustenta o vómito.
A mulher que tratou dos filhos toda a vida tem coragem para subir à varanda de um prédio.
Uma menina de caracóis inspira antes de iniciar a sua primeira audição. Não encontra com o olhar os pais na primeira fila.
Uma rapariga de 13 anos afasta a cortina da banheira ao entrar na casa de banho para confirmar que ninguém lá se escondeu.
Uma bíblia empoeirada é sustida nas mãos do mesmo homem que a leu há sessenta e dois anos atrás.
Uma rapariga de dezasseis anos acorda quando o medo lhe atira pedras à janela.
Um rapaz atravessa a rua cinco segundos antes de um carro descontrolado entrar nela em contra mão.
Um bebé recomeça o seu choro após a mãe finalmente adormecer. Ela? Ela escreve num papel que esconde sobre colchão destinos para o seu filho. Em nenhum deles continua a ser sua mãe.
Uma rapariguinha deixa cair no fósforo o chão que acaba de acender.
Um rapaz vê na praia o rapaz mais bonito do mundo.
Uma mulher bebeu hoje o seu primeiro copo de vinho tinto.

A s p é r o l a s d o c o l a r c a i e m n o c h ã o , a g r e d i n d o a m a d e i r a .

14 comentários:

Mariana disse...

Gostava de dizer alguma coisa a altura do texto...
Está lindo, de ti não se espera outra coisa.

Gosto de ti!... =)
Gosto de ti!... =)
Gosto de ti!... =)
Gosto de ti!... =)
Gosto de ti!... =)
Gosto de ti!... =)
Gosto de ti!... =)
Gosto de ti!... =)
Gosto de ti!... =)
Gosto de ti!... =)
Gosto de ti!... =)
Gosto de ti!... =)
Gosto de ti!... =)
Gosto de ti!... =)
Gosto de ti!... =)
Gosto de ti!... =)
Gosto de ti!... =)
Gosto de ti!... =)
Gosto de ti!... =)
Gosto de ti!... =)
Gosto de ti!... =)
Gosto de ti!... =)
Gosto de ti!... =)
Gosto de ti!... =)
Gosto de ti!... =)
Gosto de ti!... =)
Gosto de ti!... =)
Gosto de ti!... =)
Gosto de ti!... =)
Gosto de ti!... =)
Gosto de ti!... =)
Gosto de ti!... =)
Gosto de ti!... =)
Gosto de ti!... =)
Gosto de ti!... =)
Gosto de ti!... =)
Gosto de ti!... =)
Gosto de ti!... =)
Gosto de ti!... =)
Gosto de ti!... =)
Gosto de ti!... =)
Gosto de ti!... =)
Gosto de ti!... =)
Gosto de ti!... =)
Gosto de ti!... =)
Gosto de ti!... =)
Gosto de ti!... =)
Gosto de ti!... =)
Gosto de ti!... =)
Gosto de ti!... =)
Gosto de ti!... =)
Gosto de ti!... =)
Gosto de ti!... =)
Gosto de ti!... =)
Gosto de ti!... =)
Gosto de ti!... =)
Gosto de ti!... =)
Gosto de ti!... =)
Gosto de ti!... =)
Gosto de ti!... =)
Gosto de ti!... =)
Gosto de ti!... =)
Gosto de ti!... =)
Gosto de ti!... =)
Gosto de ti!... =)
Gosto de ti!... =)
Gosto de ti!... =)
Gosto de ti!... =)
Gosto de ti!... =)
Gosto de ti!... =)
Gosto de ti!... =)
Gosto de ti!... =)
Amo-te. @

PiresF disse...

Sem fazer barulho, pé-antepé, vim só dizer que gostei.
Fui.
…mas deixei abraços em cima da mesa.

David disse...

Linduh... se ao menos pudesse ou conseguisse descrever aquilo que achei do texto... Deixaste-me sem palavras... gmdt*

ThAlEs disse...

Um rapaz cheio de manias percebe que nunca poderá ser perfeito e sorri.

Não digo que não há palavras para descrever o texto porque há : Conteudo Latente. Direi que não há palavras sim , para a nossa amizade. =)
Bem Hajas CL!
*

Clarissa disse...

Como iz o Pires...devagarinho para não incomodar...beijos doces para um texto lindo escrito por alguém doce :)

ashfixia disse...

Lindíssimo este texto.
Expressa não apenas o medo como também a solidão que lhe está associada, o sentimento de se estar pequeno para tudo o que nos rodeia.
O facto de teres também descrito cada caso, cada idade, é sem dúvida um ponto de destaque que acentua a atmosfera de temor presente no texto.
Simplesmente, amei! :)

Beijinhos

Acrónico disse...

Perturbador.
Outra vez as mulheres e como a vida se lhes ilude.
O Tempo, as Mulheres. Dos homens ninguém fala. Será que por estarem acomodados à sua farça de macho? Ao ritual coçar da virilha enquanto soltam uma boca áspera reduzindo um doloroso quotidiano a mera mariquice; ou ainda vestindo o fato de homem moderno, consciente da sua disfunção sempre analisada em função dele e das suas imperfeições, escudando o seu egoísmo numa retórica emotiva que converge sempre na máxima "eu sou homem e ela é mulher"?
A mulher sacode insistentemente as suas grilhetas dos séculos passados. E o homem? Co-gerador mas incapaz de autonomia na progenição, parte fraca perante a lei em casos de conflito parental.
fraco na dor.
de vida mais curta.
sem sexto sentido.
sempre ávido de sexo.
Agora que o papel de provedor único é (felizmente) gradualmente eliminado, onde habitam estes homens, seres estilizados e isolados da fonte da vida?

A revolução feminina segue caminho. Que futuro para aqueles que não se conformam a uma reacção de macho tradicionalista?

(a princípio ia só escrever a primeira palavra deste comentário. Estiquei-me :-)).


Beijinhos,
A.

(esta resposta está afixada em:
E os homens? em acrónicas

n9 disse...

Quem dera que a escrita bonita
desse apenas para o que é bom
Neste texto há uma misturazita
que fica fora de tom
digo eu...

Acrónico disse...

tenham lá paciência e em vez de lerem progenição no meu comentário leiam progenitura.

conteudo latente disse...

marianinha:
tu est'as sempre 'a altura de qualquer conjunto de palavras. Podes acreditar.
amo-te@ :)
_____________

Pires:
obrigada pela tua visita. Se passares agora pela mesa onde deixaste os teus abracos tamb'em l'a encontras uns para ti.
_____________

David:
sem palavras deixas-me tu seu tonto. :)*
beijo muito grande.
_____________

Thales:
de facto na nossa amizade... tem acontecido de uma maneira fant'astica. Obrigada por estares presente.
beijinho
_____________

Clarissa:
um beijo muito doce para ti. Est'as 'a vontade para fazer barulho (de fundo ou nao)sempre que quiseres.
:)
_____________

Ashfixia:
bem! acho que at'e corei... :)
quando o estava a escrever dei por mim a pensar, se esta gente se conhecesse, talvez fosse mais feliz... depois quando o reli a sensacao que tive foi mesmo a de medo, inseguranca, etc...
muito obrigada pelo teu coment'ario. beijinhos.
____________

Acr'onico:
Como disse 'a Ashfixia, so depois de reler 'e que a sensacao do pertubador, do medo, etc, me passou... talvez devesse ter abordado mais o lado masculino, mas senti-me mais 'a vontade no feminino... tenho de me comecar a contraiar, para ver se subo mais um degrau... ;)
beijo, obrigada.
_________

n9:
compreendo que aches que h'a aqui situacoes que nao deviam ser misturadas. Mas o que quis foi so descrever situacoes, nao expressei a minha opiniao 'a cerca de nenhuma. Sao so frases, que tem um sentimento mais ou menos comum. Um conjunto de situacoes que ocorreram. So isso. Nao escrevi, aqui, pelo belo, pelo audivelmente agradevel (embora tamb'em acabe por tentar procurar isso). Quis s'o apresentar situacoes, pessoas, vivencias. Desculpa se de alguma maneira te ofendi.
diz sempre o que achares.
beijinhos.

D.s disse...

Cada vex que te deixar sem palavrax é que escrevi algo de interessante... que gostax-te...

GMDT

alexi disse...

Não sabes como foi dificil arranjar palavras para dizer o que me ia na alma quando vi o teu blog.........................

Não sei o que dizer, nunca tive muito jeito para estas coisas.......mas plo menos de uma coisa tenho a certeza:

ADOREI o teu blog, e as palvras doces e meigas que aquecem o coração de quem aqui passa...............

e Também te adoro a ti.......Jinhos muito fofos***

conteúdo latente disse...

D.S.

ainda bem que j'a tens um blog. deixei l'a o meu cheirinho.
obrigada.
_________

Alexi:

a tua visita deixa-me muito feliz em inumeros aspectos. 'E bom ir-te conhecendo, tao bom.
deixo-te um grande beijo.

Acrónico disse...

Conteúdo,

Aquilo que escrevi acerca do silêncio sobre os homens não foi uma crítica ao teu texto. A leitura deste é que me levou a sair de tangente (como dizem os ingleses) e escrever sobre uma coisa que há muito me incomoda.

Obrigado pela visita. O nocturno-lx ainda vai no princípio. Nenhuma das personagens sabe o que lhes vai acontecer (eu tenho apenas uma vaga ideia)

um beijinho,

A.