sexta-feira, junho 16, 2006

15

Para G.F., com um beijinho pelos seus quinze anos.

Que fazer
Quando te desejo todo o bem que há?
Que fazer
Se quando sorris sorrio contigo
E se sei que onde estiveres, eu estarei lá?

Que dizer
Quando as palavras nos são sempre especiais?
Que dizer
Se temos sextas à tarde juntos, no café,
E uma imensidão de projectos que queremos reais?

Que segredar
Se vamos conhecendo os caminhos por onde vamos?
Que segredar
Quando sabemos que nos temos um ao outro
E a felicidade que nos desejamos?



16.06.2006

10 comentários:

Francisco disse...

Parabens, pelo aniversário, pela amizade.

Gonçalo disse...

Obrigada Carolina. Sabes que és muito especial, e o poema está lindo. Obrigado por tudo, mesmo.

Adoro-te*

isobel disse...

Também quero uma prenda de anos assim.

Parabéns Gonçalo (:

Klatuu o embuçado disse...

Parabéns ao teu amiguito!;)
Dark kiss.

Francisco disse...

porque é que é assim tão estranho?

Clarissa disse...

É sempre melhor ter tempo que ter horas... as memórias a que esta frase me conduz...
Beijo, beijo, beijo...

Francisco disse...

não conheces porque não queres. lol :P

Anarquista Duval disse...

... eu tambem quero que me escrevam quando faço anos ...

Francisco disse...

porque uma amizade é sempre de congratular. não é facil, ter uma. pelo menos uma decente, que seja verdadeira.

Francisco disse...

porque um dia estiveste bebeda e contaste-me mais do que, secalhar, querias.