segunda-feira, outubro 16, 2006

Canção segredada em Fá m, para contralto.

(Porque não aprendi como te dizer adeus faço-te um hino. Aqui ficam só as palavras para o dia em que a voz me acorde num berço.)


Esta seria a música para

te pentear os cabelos,

Este, seria o som dos segredos,

O início do amor,

E o princípio dos medos.
.

Esta dança seria o eco

Dos domingos

E da própria Primavera.

Só os vestígios

E os caminhos sem lanterna.
.

Estes seriam os meus passos.
Descalços

No renascer de um grito.

E estas, as sombras dos meus braços

Numa ânsia de infinito.

.

Este é o desejo repetido

Dos jogos de crianças.

Uma pestana entre dois dedos,

Os olhos muito fechados

Antes de dormir;

Este é o princípio dos medos,

E a Primavera por cumprir.
.

4 comentários:

Z disse...

Pior que um hino em Fá menor seria um hino em sol menor! É que o sol quando nasce é melhor que seja MAIOR! É melhor para todos um Sol Maior! Mas se é Fá, então menor está bem! Tem quatro bêzinhos que lhe ficam mesmo bem!

baGa disse...

continuas a surpreender-me... pela positiva :)

foi optimo rever-te, gostei imenso de falar contigo ontem...

continua assim, nessa estranha ascenção que é a vida!

um grande beijinho

ps - o zé tem razão: fá pode ser menor... para depois darmos + valor ao Sol, que é sempre Maior ;)

isobel disse...

Estou a precisar de passar uma tarde contigo no parque. Estou triste. Já tenho saudades outra vez. De ver gente a tocar e gente a desenhar e meter flores pequeninas nas sapatilhas e dizer que são sapatilhas hippies. Coisas parvas do Verão. Vou às Caldas amanhã (terça). Até então? *:

Paulo Sempre disse...

Gostei!!!