terça-feira, novembro 06, 2007

(...)

Mas chego ao fim de mim
E das minhas palavras
Com um sorriso.
Com o sorriso leve e sincero
De quem sabe que falhou.
Porque afinal não aniquilei nada
E volto a mim devagar,
Ainda que seja estranha num lugar
Que nunca conheci
E sou eu.

2 comentários:

Pedro Pinto disse...

O meu maior medo é perder-te...

Amo-te.

Cl disse...

Eu tenho medo de nunca me achar. Ou de te perder.
Mas não tenhas medo.
Não tenhas medo.
Tudo fica bem.
Beijo enorme.