sábado, novembro 10, 2007

humanidade

É tão frágil que não sei como existe.

A cortina que estava pendurada na janela
Caiu e fez barulho.
Ela não.

3 comentários:

Ophelia Queiroz disse...

Nunca consegui perceber se é mesmo frágil ou se finge. É das poucas coisas que me dou ao trabalho de questionar.

Corvo Negro disse...

A ideia que tenho é que existe por ser miserável. Foi-nos atribuida a missão de tornar tudo mais equilibrado e hamonioso.

Pois... nem os exames de matemática cientifica são tão áduos, eu sei.

Corvo Negro disse...

* árduos.