segunda-feira, agosto 04, 2008

Mirtilos


As pessoas acham que é louvável, que lá fora está o mundo inteiro à espera para lhes entregar um cestinho de mirtilos, com um napron de rendas brancas, bordado por alguém sem picadas de agulhas nos dedos. O lado de lá. Das pessoas corajosas que derrotam dragões. Das pessoas inteligentes que salvam o universo.

Mas quantas vezes é a chuva invisível? Não sabem.

As pessoas esquecem-se que a coragem para ir e para ficar pode ser feita dos mesmos químicos e que cá dentro existem dragões e universos sem fim, e que sobretudo existem razões, ainda que sejam névoas de segredos. Dentro, cá dentro, pode também haver um mundo inteiro à espera de um só dia para colher mirtilos, de mãos sujas.

1 comentário:

telma disse...

o mal das pessoas é esperar sempre algo dos outros. *