quarta-feira, abril 06, 2011

As cascas

Entre o caroço e a casca
Dos pêssegos por colher,
Por dentro do amargo e do doce
Do que fica por viver...
Mora guardado, entre os lençóis já gastos pelos corpos,
Quem nunca provou esse fruto
Sumarento.
Entre o olhar e o desejo,
Ilude-se a textura dessa casca,
Desta pele.
Amargo ou doce, saberão os lábios…
Se os olhos permitirem a descoberta,
Um dia.

1 comentário:

A TPD disse...

Os blogs devian ter a opçao de like, era mais facil e parecia menos fa e mais admirador. Ou seja, gostei!